13 de nov de 2010

Fins de semana sem graça.

Não são todos os fins de semana que eu consigo sair com as minhas amigas para me divertir. Ainda mais até dezembro que eu estarei de castigo. A gente sempre encontra alguma coisa para fazermos, mas nos últimos fins de semana, eu ando meio entediada. Mais que isso, eu ando espantada.
Sabem, eu com quinze anos nunca tive a curiosidade de entrar na Calypso (boate) enquanto meninas de onze anos me pedem para eu fazer maquiagem nelas para poderem ir até o lugar onde eu nunca fui. Onze anos!!!
Aos onze anos eu estava brincando de Barbie ou possivelmente assistindo desenho animado. Claro que eu ainda assisto desenhos animados. Mas enquanto essas meninas vão para a boate no sábado a noite com onze anos de idade, eu fico em casa assistindo Star Trek. Não que eu ache ruim, eu acho legal. Fico conversando no MSN com a Lara e mais alguns amigos e assistindo as aventuras da USS-Enterprise. 
O que mais me espanta nessas meninas de onze anos é que elas se referem às garotas da mesma idade delas (as que não são amigas, entendem?) como "crianças". Bem, deixe-me avisar uma coisa para vocês... VOCÊS TAMBÉM SÃO CRIANÇAS! O QUE É QUE ESTÃO FAZENDO NO SHOPPING SOZINHAS E INDO CA BOATE AOS ONZE ANOS?
A alguns dias, em um fim de semana, eu e a Lara estávamos aqui em casa sem fazer absolutamente nada e eu chamei ela para dormir aqui. Bem, ela avisou os pais dela e tal... De repente a minha vizinha de onze anos toca a campainha e pede para eu maquiá-la, pois ela iria sair. Ela estava com uma roupa que eu não ousaria usar nem em meus maiores devaneios, e estava vestida como se fosse mais velha. Aos onze anos eu vestia camiseta e shorts para sair. Eu não usava brincos de argola e nem fazia maquiagem forte. Eu usava tênis em vez de sandálias de salto alto. Bem, as coisas mudaram nessa nova infância que se auto denomina pré-adolescência.
Mas o ponto é que: Eu e a Lara, com 15 anos, no primeiro colegial, ficamos em casa assistindo documentários no NetGeo, ou assistindo desenhos no Discovery Kids, comendo brigadeiro e tomando refrigerante, sem absolutamente mais nada de interessante para fazer no sábado a noite enquanto meninas de onze anos saem, vão para a boate usando roupas que minha mãe usava quando eu tinha onze anos. 
Quando a minha vizinha saiu do meu apartamento e foi terminar de se arrumar, a Lara comentou que a irmã dela também iria na Calypso. A irmã da Lara tem onze anos, e entrou na boate primeiro que a Lara. 
Não vejo isso como algo humilhante, mas vejo isso como algo fora de ordem. Meio... bagunçado. Onde está a infância afinal?

Nenhum comentário:

Postar um comentário