8 de jun de 2011

O que andam pensando de você? Que mania de maturidade!

Hoje durante a aula substituta de história, o professor passou uma atividade didática na qual todos os alunos diriam o que pensam uns dos outros.
No final do exercício, eu recebi minha folha de volta. E claro, haviam coisas boas e ruins.
Cada aluno deveria dizer um ponto positivo e um negativo, e as criticas construtivas deveríamos aceitar e as que achássemos banais, deveríamos simplesmente ignorar. 
Bom, depois de ler e reler a minha folha diversas vezes, me deparei com uma frase de uma colega de classe. 
"Você deve parar de escolher seus amigos a dedo". 
Olhem, a um tempo atrás eu e uma amiga brigamos feio, e desde então não somos mais amigas. Somos colegas de classe, mesmo andando no mesmo grupo de amigos. Mas, eu nem ao menos fiquei chateada com o que ela disse. Entretanto, o que essa garota disse, me magoou um pouco e me deixou pensativa.
Fui perguntar para um amigo meu se eu fazia isso mesmo e ele respondeu: "Claro que sim! E isso é bom. Eu também faço isso".
Bom, a questão é a seguinte: Ela tentou ser minha amiga? Não. Ela tentou se aproximar de mim? Não. E eu também não tentei me aproximar dela, o que quer dizer que eu não quis ser amiga dela. 
Nós nos aproximamos e viramos amigos das pessoas que achamos que vale a pena, e como é que vamos saber quem vale ou não a pena se não escolhermos a dedo?
Ela faz isso. Aliás, faz isso muito mal, mas faz. Todos fazemos. Por que as pessoas tem mania de falar das pessoas se elas também fazem o mesmo?
E não preciso nem falar sobre as pessoas que disseram na folha de outros amigos meus "Você é muito infantil", "Seja mais maduro". Por favor, vão procurar mais o que fazer.

17 de mai de 2011

Época de contagens regressivas.

Oi, galera.
No último post eu falei sobre o Dia da Toalha e o Dia do Orgulho Nerd. As duas comemorações são muito esperadas por mim e por milhares de pessoas. 
Mas não é só a contagem regressiva para esses dois acontecimentos que está rolando por aí. 
O que REALMENTE está rolando agora é a contagem regressiva para a segunda parte do filme Harry Potter e as Relíquias da Morte.
Muitas pessoas vão ler isso aqui e se perguntar "Ok, e o que isso tem de tão importante?".
Bom, para você, querido poser, pode ser que não tenha tanta importância, mas para mim tem. 
Harry Potter e a Pedra Filosofal, o primeiro livro da série, foi lançado em 1997. Eu tinha dois anos!!! Passei a ler Harry Potter aos 12 anos. LER, porque aos 10 anos eu já havia assistido o primeiro filme, que lançou em 2001. 

Vocês conseguem imaginar o que uma criança de 10 anos sente ao ver tanta alegria, tantas cores e um universo completamente diferente diante dos olhos? Eu lembro que as cenas que mais me encantaram na primeira vez que eu vi o filme no cinema, foi a cena em que o Harry entra pela primeira vez no Beco Diagonal, e a cena das cartas também foi incrível. A cena do jantar do Dia das Bruxas, com as abóboras flutuando, foi muito linda também. Aliás, tudo em Harry Potter é incrível. 
Queria fazer um pedido muito importante às pessoas que falam mal de Harry Potter. Só porque fala de bruxaria, não quer dizer que é do diabo, ok? Aprendi coisas com os livros. Aprendi o valor da amizade, aprendi o valor que devemos dar à nossa família, coisas que obviamente aprendi com meus pais, mas aprender é uma coisa, ver isso acontecer é outra. 
Harry Potter é uma história incrível, coisa que pessoas que se denominam "fãs" só por ter visto alguns filmes e ter lido a metade de um dos livros, nunca vão entender.
Eu tenho pena de vocês, posers, porque a série está chegando ao fim, e vocês jamais vão passar pela ansiedade, pela alegria, pela enorme felicidade que eu passei. Eu e mais um zilhão de fãs. Vocês jamais vão entender o que o sorriso da Hermione significa para nós.


Dedicado a: Harry Potter, claro, e ao @paperbackwrit (:

14 de mai de 2011

Eu quero!

"Eu quero ganhar “O Guia do Mochileiro das Galáxias” de Douglas Adams no @blog_livros – http://bit.ly/m0N4wT"

11 de mai de 2011

14 dias para...

Olá, pessoal! Então... Já ouviram falar do Dia da Toalha? Bom, estou aqui para explicar o "Por que" de existir esse dia. 
O Dia da Toalha existe para homenagear o escritor Douglas Noel Adams, autor de O Guia do mochileiro das Galáxias. No livro (um dos cinco), Adams dedicou uma página inteirinha à importância da toalha da vida de um mochileiro. 
A primeira homenagem ao querido escritor que fez todo mundo morrer de rir, foi feita no dia 25 de maio de 2001, dia em que o mesmo morreu e algumas pessoas quiseram mudar a data para 42 dias depois do ocorrido. Sim, 42 dias. Mas sabem por que? Bom, leiam o livro, mas... segundo, Adams, tal número é a resposta fundamental para a vida. 
No Dia da Toalha é possível ver, em todos os países do mundo, jovens, adultos, crianças e adolescentes (e se duvidar, as vezes até algum senhor) usando uma toalha em volta do pescoço, como comemoração. Alguns usam a toalha como turbante, outros como capa. Algumas meninas até usam como "saia". Mas todos estão com suas toalhas, rs.


Bom, já aprenderam bastante sobre o Dia da Toalha, mas e sobre o Dia do Orgulho Geek, você sabem o que é? 
Bom, esse dia, também conhecido como Dia do Orgulho Nerd, originado na Espanha, serve para dar a qualquer pessoa, o direito de ser nerd ou geek. 
O Dia do Orgulho Geek começou um pouquinho depois do Dia da Toalha, ele começou em 2006, mas é comemorado no mesmo dia, 25 de maio. Não por causa do escritor Douglas Adams, mas sim porque no dia 25 de maio de 1977 estreou a melhor coisa que já existiu no mundo todo  Star Wars IV : Uma nova esperança, (quando o Luke ainda era bonitinho e tinha as duas mãos).

5 de mai de 2011

Tarde de Chef, rs.


Olá, pessoal! Bom, hoje meu dia foi muito tranquilo e tal, tive uns "perheaps" na escola mas está tudo bem. 
Bom, saí da escola no mesmo horário de sempre e eis que chego em casa e vejo minha mãe fazendo uma lista. Obviamente era uma lista de supermercado, o que significaria que a vítima seria eu. E não deu outra, minha mãe fez uma lista com coisas normais: "farinha, leite, tomate, milho...". Mas o problema não foi essa lista, o problema foi a outra lista que ela fez.
Era uma lista com instruções para fazer um torta de "legumes" que na verdade não levou legume nenhum.
Fui ao supermercado, comprei tudo o que devia e voltei pra casa. Comecei a fazer a torta por onde minha mãe tinha dito... e até ai tudo bem. 
O problema foi quando o liquidificador resolveu não funcionar.
Eu estava com tudo dentro dele para poder fazer a massa e eis que o lindo do meu liquidificador resolve não ligar. Bom, ligar ele ligou. O problema foi que os ingredientes nem ao menos se moviam dentro dele, e não sairia massa nenhuma. Enfim, depois de muito brigar e quase queimar o liquidificador, a massa ficou pronta.
Misturei a massa e o recheio e coloquei na assadeira. Liguei o forno e enfiei a assadeira com a "coisa" lá dentro.
Comecei a colocar as coisas na pia e a guardar as coisas quando vejo o fermento em cima da mesa. Não faziam nem mesmo dois minutos que eu havia colocado a assadeira no forno e tirei correndo. Peguei uma colher e joguei o fermento em cima. Comecei a misturar com a massa "desfermentada" , já que eu não tinha batido o fermento com o resto da massa e pus no forno novamente.
Minha mãe chegou em tempo de comer a torta quentinha, e a bichinha até que ficou gostosa, rs.

Bom, vou deixar a receita aqui para quem se arriscar a fazer. Não é um "desafio". A torta é facílima de fazer, o problema é que eu não sei cozinhar mesmo, rs.

Receita da torta:
*Por favor, coloquem fermento ao bater a massa no liquidificador!!!

Ingredientes:

2 ovos (não deixem cair casca, ok? é complicado para tirar.. digo isso por experiência própria)
2 xícaras de farinha
1 xícara de óleo
2 xícaras de leite (vai olhando, se achar que está muito pouco, coloque mais um pouquinho, mas só um pouquinho!)
sal
Uma colher de sopa (rasa) de fermento
2 tomates picados em cubinhos
Uma cenoura pequena (em cubos ou ralada)
Uma cebola inteira
(Milho, ervilhas, palmito e azeitonas se gostar, pode substituir por outras coisas, mas com milho e palmito fica muito boa (: )

Modo de preparo:

Coloque a farinha, o óleo, os ovos (quebrados, por favor), o fermento, o sal e o leite no liquidificador. Obviamente, ligue o liquidificador e deixe tudo batendo (embora "bater" seja usado para batedeiras). A massa tem que ficar parecendo um mingau. 
Em uma bacia separada jogue os tomates, a cenoura e a cabelo ficados (junto com as outras coisas que você pode escolher colocar na receita) e misture bem. Despeje a massa no recheio dentro da tigela e mexa tudo.
Unte a forma com margarina e farinha e despeje a massa na assadeira e coloque no forno (: 
Espere 40 minutos e pode comer :B

Espero que gostem!

1 de mai de 2011

Batman vs Homem de Ferro

Oi, pessoal. Faz muito, mas muito tempo mesmo que eu não posto nada aqui no blog, mas hoje, inspirada pelo fato de ter assistido Thor (que diga-se de passagem vale muito a pena assistir, pois o filme é incrível) resolvi fazer um post. Mas não só por causa de Thor mas também por causa de um amigo meu, que insiste que o "cavaleiro das trevas", Batman, é melhor que o Homem de Ferro.
Aqui está uma lista de minha autoria, que serve unica e exclusivamente para mostrar à vocês que Homem de Ferro é sim, melhor que o Batman.


Homem de Ferro:


1- Bom, concordo que neste aspecto os dois são iguais: ambos não possuem super poderes como os outros heróis da Marvel (embora o Batman seja da DC Comics).

2- Tony Stark, ou meu querido Homem de Ferro é dono das indústrias Stark, que herdou de seu pai.
3- É graduado em engenharia elétrica pelo MIT.
4- Durante a Guerra do Vietnã, Stark melhorou o armamento Americano e aumentou sua fortuna.
5- Foi capturado por vietcongues.
6- Construiu (com ajuda, é claro do professor Yin Sen, mas e daí? o Batman carrega o Robin para onde quer que ele vá) o reator Stark e a armadura que o mantém vivo.
7- Tem a capacidade de invadir e controlar quase todos os sistemas digitais do mundo.

8- É mestre em artes marciais.

9- Com sua armadura é capaz de voar, tem super-força e solta disparos de energia.

10- Além de empresário, Tony Stark é cientista.

Agora, o... problemático Batman:

1- Bruce Wayne possui um "eu inconsciente" ou para os mais espertos um "alterego".

2- Fica completamente pirado depois de presenciar a morte dos pais.

3- Tem medo de morcegos e ainda sim passa metade de seu tempo em uma caverna infestada deles.

4- Se veste como um deles.

5- Tem sérios problemas emocionais e psicológicos, com os quais mal consegue lidar.

6- É lerdo demais para perceber o perigo e precisa do "bat-sinal".

7- Diferente do Homem de Ferro que cria sua armadura, Wayne saiu "fuçando" pra montar sua fantasia de morcego.

8- "Ele queria que os bandidos compartilhassem do mesmo temor" - o medo por morcegos, ele queria que os outros tivessem o mesmo medo que ele, só porque ele não conseguia lidar com os próprios temores.

9- Não é capaz de voar, então precisa do "bat-movel", nome, aliás, super original.

10- Vou dar um ponto de crédito ao Bruce Wayne e dizer que o tal do "bat-movel" é um carro bonito e interessante, o que é verdade, por sinal.



*11- Ele usa cueca por cima da calça ¬¬


Bom, terminei. Isso foi uma coisa que fiz para mim mesma mas que tive vontade de compartilhar. Quero dizer também que não foi um bombardeio aos que gostam do Batman, é só a minha opinião. Não tenho nada contra quem gosta do Batman apesar de não gostar dele. Tenho uma amiga que o adora, e é uma amiga incrível, a Giovanna e também tenho meu amigo Igor, com o qual já briguei algumas vezes por ele achar que o Batman é melhor. 
Que fique claro, com exceção dele, não quero brigar com mais ninguém sobre esse assunto, ok? Espero que gostem (:

9 de abr de 2011

Rock In Rio. (@rockinrio)

Oi pessoal, faz tempo que não posto alguma coisa aqui, mas aí vai...
Vocês se lembram quando eu postei aqui que eu ia no Rock In Rio? E que eu estava muito feliz por isso?
Que eu ia com o meu pai, a esposa dele e minha amiga Marcela ia com a gente?
Bom, eu IA.
É, eu ia. Meu pai disse que a gente ia poder ver o Red Hot Chili Peppers, que é nada mais nada menos que a minha banda favorita. É como a Gi com os Beatles, ou a Lara com o Oasis. A Marcela com a Britney Spears e a Raphaela com Phantasmagoria. Red Hot Chili Peppers é e sempre vai ser a minha banda favorita. 
Mas, não posso mais vê-los. 
Sabem, eu não estou pedindo uma viagem para a Disney, não estou pedindo uma viagem para a Europa, não estou pedindo uma Ferrari nem um Porshe. Estou pedindo pra ir em UM show que vai ser no meu próprio país. Eu nem pagaria uma entrada inteira, eu pagaria metade. Claro que, eu e meu pai teríamos que ficar hospedados em algum lugar, e na época do festival os hotéis cobrariam uma fortuna. Mas, sempre tem um jeito.
A Lari, esposa do meu pai, está grávida e portanto é arriscado ela ficar viajando, ainda mais que na época ela vai estar de 7 meses, mais complicado ainda para viajar. Mas, daí só iríamos eu e meu pai. Faríamos uma viagem só eu e ele. E, viajar com o meu pai é incrível. Nós temos muita coisa em comum, e principalmente nosso amor pelo Rock. E... viajar daqui até o Rio ouvindo música com ele.. Seria realmente muito legal. 
Esse post é mais um desabafo, porque eu estou realmente chateada. Bom, tenho que me conformar, as vezes nem sempre conseguimos dar um jeito pra fazer o que os outros querem. E agora ele tem outras prioridades. Eu também tenho... então... quem sabe uma próxima vez, né?

20 de mar de 2011

Velhas da Igreja.

Fazia um tempo que eu não ia na missa (sim, as vezes me comporto como um mau exemplo, rs), mas, enfim, no domingo fomos eu e a Lari. Ela canta no grupo da Igreja e tal e eu fui com ela enquanto meu pai ficava em casa, ele está doente. 

Bom, eu sempre sentava no canto mais escondido da Igreja, mas hoje, como eu cheguei mais cedo, resolvi sentar no primeiro banco ao lado do pilar e eis que me sentam duas senhoras ao lado. Até aí tudo bem, mas o problema foi a hora que as duas começaram a tirar coisas da bolsa.
Já ouviram dizer que bolsa de mulher é um perigo? Que se encontra de TUDO lá dentro? Bom, acho que quem disse isso nunca viu a bolsa de uma velha. 
As duas começaram a tirar balinhas de café e de vários outros sabores e colocaram no banco. As bolsas eram pequenas e provavelmente só haviam balas lá dentro. Eram pequenas demais para caber outra coisa!!!
Bom, as duas ficaram chupando balinha a missa inteira e nem cantavam, já que a boca estava cheia de bala. Mal acabava uma elas já colocavam outra. 
Sinceramente, foi nojento, estranho, desnecessário de vocês saberem, mas eu achei engraçado compartilhar, rs. 

16 de mar de 2011

Ser especial.

Eu estive pensando e observando umas pessoas... Bem, algumas dessas pessoas que eu observei vivem dizendo "Seja diferente, seja você mesmo, não esteja na modinha". 
Pausa.
Ok, voltando... "Não esteja na modinha". Bom, muitas são as pessoas que hoje em dia curtem a modinha. Modinha hoje são os garotos coloridos do Restart, o Justin Bieber e sertanejo, não é? 
Bom, todo mundo já gostou de alguma coisa que foi modinha. E todo mundo gosta de alguma coisa que provavelmente algum dia já foi modinha. Nem precisa ser moda para todo mundo, mas desde que seja moda para um determinado grupo, as pessoas já ficam nervosas. O que é isso, ciúmes cultural?

Sabem, todo mundo gosta de ter uma coisa só sua, uma banda que só você ouve, uma roupa que só você usa. Mas... as vezes pode ser que ninguém da sua família ou na sua escola use, mas... e no mundo? TEM MUITA GENTE IGUAL A VOCÊ POR AÍ!
Claro que, ninguém vai pensar completamente igual a você, nem ter o mesmo rosto que você, e nem fazer muitas coisas que você faz. Mas isso não impede uma outra pessoa de gostar das mesmas coisas que você. 
A um tempo atrás moda era gostar de Charlie Brown... e Charlie Brown é muito bom.
Hoje em dia, se você se denomina rockeiro, quer dizer que você TEM que ouvir AC/DC. Olha, eu não ouço AC/DC, mas sou apaixonada por rock. 
Todo mundo está cercado por moda. Todo mundo vive para a modinha. Não adianta dizer que se você ouve Oasis, ou se você gosta de Star Wars, ou se você é Potter-maníaco você não está na modinha. Bom, você não está na modinha no seu grupo de amigos, mas no mundo, tem muita gente que gosta das mesmas coisas que você. Isso é moda também. É tendência e é cultura. Pode não ser a cultura mais rica do mundo, mas cada um tem a sua, e isso cabe a cada um de nós respeitar. 
Vou dar um exemplo: Minha banda favorita é o Red Hot Chili Peppers. No meu grupo de amigos, essa não é a banda favorita de nenhum deles, portanto, não estou na modinha. Mas... e se eu fosse em um show do Red Hot.. ou se eu vivesse em uma cidade onde TODOS ouvem Red Hot? Eu não estaria na modinha? 

Todo mundo que ser especial. Mas ser especial não depende do que você ouve ou do que você veste. Depende do que você é por dentro... dentro do seu coração e dentro da sua mente. Se você é uma pessoa de opinião e gênio forte, você é uma pessoa especial. Não é ouvir sertanejo ou rock que vai te fazer especial. 
Quer ser especial? Corra atrás e seja uma pessoa melhor do que você é. Você será muito mais respeitado por tratar bem uma pessoa do que simplesmente usar a mesma calça amarela que ela.