25 de dez de 2010

Centésima postagem!!! :D

Hey pessoal, como centésima postagem decidi fazer uma coisa importante. Vou tirar umas férias do blog. Estou viajando e aproveitando minhas férias da escola, então farei o mesmo com o blog.
Espero que quando eu voltar meus ávidos leitores continuem e que novos aproveitem minhas bobagens.
Até mais pessoal, até fevereiro!!!
Boas férias (:

24 de dez de 2010


Feliz Natal para todos.
Que Deus abençoe todos vocês.
Tenham um Natal cheio de alegria e paz! (:

23 de dez de 2010

Massa bestial e pessoas sem educação 2.

Oi, pessoal, estou em Londrina/ PR na casa da minha avó. Vim passar o Natal aqui e eu vim de ônibus com a minha mãe.
Nós acordamos às quatro da manhã porque o ônibus saía às cinco. Quando chegamos na rodoviária, esperamos que o ônibus chegasse, pois ele atrasou um pouco. Quando fomos embarcar, depois do motorista ter colocado nossas malas no compartimento de bagagens a moça que olha as passagens disse que eu não poderia embarcar sem um documento de identificação. Eu estava com a cópia de minha certidão de nascimento e mostrei pra ela. Mas eis que a mulher me sai com essa: "Ai, moça, me desculpe. Mas não é mais permitido cópias". Eu viajo para Londrina de ônibus desde que eu me entendo por gente e sempre mostrei a cópia da minha certidão e de repente resolvem não me deixar embarcar. 
Acho que o pessoal do ônibus já estava perdendo a paciência com a gente, mas no final das contas a mulher deixou eu e minha mãe embarcarmos, com uma condição: O namorado da minha mãe tinha que ir em casa pegar a minha certidão e mandar pelo próprio ônibus da Garcia. Para minha mãe pegar na rodoviária e eu poder ir embora depois, caso contrário eu vou ficar aqui em Londrina. 
Bem, depois de tudo isso e depois de embarcarmos, uma mulher entrou no ônibus em Biriguí, a cidade vizinha, e deu o maior escândalo: "Mas a minha poltrona é a 15!!!". Tive muita vontade de levantar e dizer: "Minha senhora, a poltrona 15 está bem na sua frente e está vazia, por favor pare de gritar a essa hora da manhã porque muita gente aqui está tentando dormir". É claro que não fiz isso, mas tive muita vontade.
Durante a viagem toda essa mesma mulher encheu o saco de todo mundo. Falava alto, falava palavrões e falava outras coisas idiotas que eu prefiro nem comentar. Dizia cada coisa absurda... Ela era a rainha da Massa bestial. Massa bestial, para quem não sabe, e provavelmente não sabem mesmo, é um termo que surgiu na minha família que significa: Pessoas sem conteúdo, idiotas e com pouco cérebro que pouco contribuem para a sociedade. Agora... Imaginem a rainha desse grupo de pessoas. É, era realmente incrível a falta de conteúdo da mulher.
Quando eu desci em Presidente Prudente para ir ao banheiro, em seguida ela desceu também e ficou na fila para poder entrar no banheiro. Tinha que pagar 50 centavos e quando ela viu simplesmente deu um grito que todo mundo que estava perto olhou: "ARREE! Bando de merda, tem que pagar! Ish, vâmo embora!!!".
Não importa se ela tinha dinheiro ou não para pagar para entrar no banheiro, mas nada justifica o escândalo que ela fez. Isso é coisa de gente sem educação.

19 de dez de 2010

A importância do número par na sua alimentação.

Vocês podem até achar que esse vai ser um post educativo. Mas não acho que vá ser. Resolvi fazer essa port porque ontem eu estava na cozinha com a minha mãe, preparando um misto quente para mim e quando peguei os pães no pacote, sobrou só um. Mas não é a primeira vez que isso acontece. Acontece desde que eu conhecí o pão de forma.
Sempre que se tem um pacote de pão de forma em casa, normalmente usa-se os pães para fazer sanduíches e tal, mas sempre, sempre, sempre e sempre, sobra um.
Eu fico pensando: Será que é difícil colocar mais uma fatia de pão no pacote? É difícil colocar um número par de pães pra não ficar sobrando um no final?
Se eu fosse ganhar 1 real por cada último pão que sobrou no pacote de pão de forma desde que eu sou criança, eu estaria rica!!!
Não é revolta não, gente. É só uma pergunta que eu me faço. Porque eu não vejo sentido em deixar um ultimo pão no pacote. Depois ele resseca e somos obrigados a jogá-lo fora. Porque quase ninguém come aquela ultima fatia... Sabem, aquela pequena? A "bundinha" do pão. Ninguém come ela sozinha.
Coloquem números pares de pães no pacote que todo mundo vai comer. É um sanduíche a mais.

16 de dez de 2010

Ô diacho, já deu, né? Chega!

Eu achava que acordar tarde era uma boa coisa. Até, claro, eu ficar de recuperação na escola.
Matemática. A matéria que eu não VEJO O MENOR SENTIDO EM APRENDER.
Mas vocês devem estar se perguntando o que acordar tarde tem a ver com isso, certo?
Bom... é o seguinte: Eu fiquei durante a minha "pré-férias" acordando tarde. Digo, acordando BEM tarde e por isso eu saí do ritmo que adquirí durante todo o ano, que era acordar às seis da matina. Porém, hoje, eu acordei às seis horas da manhã, e quase caí na cama de novo para dormir.
Eu não sei o que aconteceu, mas não faço a mínima idéia se meu despertador tocou. É quase impossível eu não ouvir ele tocando porque a música é alta, é a abertura de Star Wars.
Bem, só sei que quando me deitei, o celular/despertador estava no criado mudo ao lado da minha cama, e hoje quando acordei ele estava na minha cama, em cima de mim. Eu abri os olhos e tentei me lembrar do que acontecera. Eu não me lembrava, e continuo sem lembrar de absolutamente nada!!!
Como eu posso ter desligado o despertador sem saber que desliguei? Isso é possível? Bom, eu acho que é.
Enfim, depois de tentar lembrar tudo o que eu tinha feito antes de acordar de verdade eu me vesti e tomei meu café na presença do ilustre cão babão aqui de casa. Chamei meu pai, e avisei para ele acordar, até parecia que os papéis tinham sido trocados essa manhã.
Eu saí de casa parecendo um zumbi.
Sabem aqueles zumbís com a cara azulada, a boca aberta como se fosse um débil mental e que soltam grunidos ininteligíveis? Bem, eu estava DESSE jeito:

Eu e a Giovanna estávamos assim hoje
Cheguei na escola  fui fazer a prova de matemática, dos 10 exercícios propostos eu fiz 8. Afinal, para pessoas como eu, que não entendem absolutamente nada de exatas, sempre existem aqueles exercícios impossíveis de serem feitos. Foi o caso dos dois que eu não fiz. Bom... Agora já deu, né? Chega de escola! Só ano que vem agora (:

14 de dez de 2010

Meu dia com The Doors.

Oi, galera. Então... hoje meu dia começou cedo. Eram 9:30 da manhã quando meu pai me acordou para tomar café. Fomos numa padaria que gostamos de ir comer e tomamos nosso leite com chocolate e nosso pão com queijo derretido. Depois disso fomos comprar uns filmes. Compramos uns 10 filmes, dos quais eu só lembro dois: O último Dominador de Ar e Aprendiz de Feitiçeiro. Este pretendemos assistir essa noite.
Depois fomos ao sebo.
Ah, para você, pequeno ser com o intelecto de uma uva, que não sabe o que é um sebo... eu vou explicar. Sebo é o lugar onde vende-se discos de viníl, CDs, gibís, revistas, filmes, livros... tanto antigos (o que são a maioria) quanto novos.
Eu e meu pai ficamos nos deleitando com os vinís de lá. Aerosmith, Elton John, Iron Maiden, Bon Jovi, Oasis... Eu quase levei o do Oasis. Mas por ser mais caro eu levei o do George Harrison, meu Beatle favorito. E meu pai me deu também um CD do The Doors. O Morrison Hotel, que eu já queria a algum tempo (e que estou ouvindo nesse exato momento). É um CD antigo, de 1970. As vezes intitulado como Hard Rock Cafe. Portando: Hard Rock Cafe - Morrison Hotel.
Mas... por mim, eu poderia ter ouvido esse CD o dia todo. Se não fosse por um pequeno problema.
A VENDEDORA DO SEBO NÃO ME DEU O CD!
Eu saí da loja toda feliz, porque eu e meu pai estávamos nos divertindo e porque eu chegaria em casa e ouviria o meu tão desejado CD. Porém... quando cheguei em casa e abrí a capinha do CD, eis que eu vejo. Ou melhor dizendo... Não vejo. Não tinha nem sombra do CD.
Nem rastro de que a voz do Jim Morrison esteve lá algum dia. Eu começei a ficar nervosa e simplesmente sentei no sofá e começei a chingar mentalmente a vendedora.
Claro que eu também cometi o erro de não ter conferido. Mas quando eu ia advinhar que a mulher ia me dar o calote?
Sabem, eu fico pensando... Se eu tivese desistido do CD e ido lá buscar meu dinheiro devolta, ela teria perdido uma venda. Teria perdido 20 reais!!! Agora, QUE COMERCIANTE EM SÃ CONSIÊNCIA DEIXA DE GANHAR DINHEIRO?!
Bom, no final das contas meu pai passou lá no sebo e recuperou meu CD, que até então eu não sabia se tinha chances de ouví-lo.
Bem, estou ouvindo e me divertindo.
Uma dica: Para quem nunca ouviu nenhuma música do Doors, ouça Roadhouse Blues.
Espero que gostem da música (:


Capa do Morrison Hotel.


9 de dez de 2010

Mania de ser famoso.

Já vi milhares de casos e vejo todos os dias, pessoas, principalmente meninas, que acham que ser famoso é ser feliz. Não acho que seja.
Vemos todos os dias famosos que sofrem com a falta de privacidade, e não que eles não queiram isso, mas as vezes eles precisam. Ser famoso é sinônimo de ser acompanhado a cada passo que você dê, ter sua vida completamente exposta, e muitas das vezes são expostas coisas sobre a sua vida, que você não queria que fossem parar nas revistas, jornais e etc.
Hoje em dia eu vejo meninas de 11 anos querendo ser como os "fenômenos" da Disney. Como a Miley Cyrus, a Selena Gomez e a outra.. a Demi Lovato. Elas acham que a vida dessas meninas é aquilo que elas mostrem em seus respectivos seriados e acham que a vida delas é glamurosa. Não, eu não acho que seja muito. Elas acordam cedo demais para trabalharem, são obrigadas a decorarem textos gigantescos e tem uma alimentação horrível e esse é o preço mínimo para a fama. Uma das piores coisas de ser famosa, é que quando você vai a uma festa, e avisa a imprensa onde você estará (sim, porque se vocês ai acham que os famosos são encontrados "por acaso" nas ruas, estão muito enganados), você tem que tomar cuidado com QUALQUER coisa que vocÊ irá fazer. Porque é aquela história: O que você fizer ou falar de errado, será usado contra você próprio no tribunal.
Sem contar que hoje em dia, as pessoas não querem mais ser artistas ou atores/atrizes, ou cantores e dançarinos. Não, as pessoas sonham com a fama. Elas querem ser famosas. Muitos atores e atrizes de Hollywood afirmaram isso, de que os jovens acham que a vida deles é fácil.
Pensem: se determinado ator está no posto onde está hoje, como o.. Javier Bardem ou a Penélope Cruz, é porque eles ralaram muito para estar com a carreira que estão hoje. Eles estudaram muito. Trabalharam muito, fizeram teatro e coisas do tipo... Se esforçaram de verdade. Mas quem tem a mente fraca acha que eles estão lá só por estar. E querem sempre ter os mesmos privilégios. Mas por qual motivo? O que essas pessoas fizeram para poderem estar no mesmo nível que esses atores?
Eles são famosos por terem se dedicado. Mas os jovens, e principalmente as meninas, muitas delas da minha idade, querem simplesmente ser famosas. Querem ser famosas e terem tudo fácil.
Se esses atores que vimos em filmes estão como estão hoje, é porque fizeram por merecer. Se querem estar no mesmo nível que eles, então estudem pessoal, e se esforçem que chegaram lá (:
E não seja mais um no mundo. Queira ser ator, queira ser artista primeiro. Depois pense na fama. Porque... Se você for bom no que faz, a fama vem sem nenhuma dificuldade.

7 de dez de 2010

Unlucky & sentimentos.



Já assistiram aquele filme "Sorte no Amor"? Com a Lindsay Lohan...?
Então, o filme fala sobre sorte e azar. Mais de azar que sorte, na minha opinião.
Vocês acreditam em sorte? Bom, eu sim.
Sei que muita gente pensa: "Ai, que coisa idiota, esse negócio de sorte não existe!"
Bem, pra mim existe. E existe muito bem existido. Eu estava pensando sobre o que mais postar hoje, além das baratas... E eu parei para pensar. Eu não tenho do que reclamar, certo? Minha vida é ótima. Amigos, saúde, família, casa, comida, escola. Mas... essas coisas nunca estão TOTALMENTE na ordem. Eu não quero dizer que tudo deva estar sempre organizado. Mas de vez em quando é bom, não acham?
Ter uma vida tranquila e em paz. Porém, mesmo que esse seja o desejo de todos, quase nunca acontece. A sorte normalmente é tão maldita que quando parece que tudo está em ordem, sempre vem algo e bagunça tudo. Se estamos bem com a família, vem um redemoínho e bagunça nossas amizades. Se estamos bem com os amigos, acontece alguma briga na família. Brigas, muitas vezes, desnecessárias. Se estamos bem fora, dentro da escola está uma desordem de dar medo. É sempre assim. E é aí que vem o outro assunto... o sentimento.
Sentimento, na minha opinião, é uma coisa boa. Muito boa. Por que? Porque aprendemos com ele, aprendemos com ele bem mais do que aprendemos com fisíca ou química. Com eles apredemos a raciocinar bem melhor do que com matemática... E com ele aprendemos coisas sobre nosso próprio corpo, que jamais aprenderíamos em biologia. Mas aí vocês me perguntam... Como assim?
Como assim? Eu vou explicar:
Suponhamos uma garota. Jovem e apaixonada. Amor e paixão são dois sentimentos que nos deixam fora de órbita. E quando estamos perto da pessoa amada, ficamos inquietas, sorrindo de suando. Mas quando estamos perto de alguém que amamos mas não nos quer, ficamos tristes, o corpo fica dormente, o estômago embrulha e sua pele começa a formigar. A respiração para e você fica tonta. Jamais entenderíamos nosso corpo de tal forma lendo em livros.
Ou então... o sentimento também pode nos ajudar na vida. O sofrimento é uma coisa que passamos por conta do sentimento, e ele nos faz enchergar as coisas erradas que fazemos e não repiti-las, isso é aprendizado.
Bom, para concluir... Queria dizer que a sorte só aparece depois de uma maré de azar. Assim como a felicidade, que só vem depois de uma onda de tristesa.
Se acham que estão sem sorte... parem e reflitam sobre as segundas chances que vocês tem todos os dias.


Baratas.

Sabem... hoje eu até que tive um dia legal. Voltei faz alguns minutos de uma cidade em que meu pai dá aulas. Bom, achei que o dia seria horrível pelo simples fato de que uma determinada pessoa morar lá. Não sei porque achei que viria essa pessoa a cada esquina. Mas o fato é que não o vi, e por isso meu dia foi bom.
Bem... quero dizer, até eu chegar em casa. Primeiro fui atacada pelo Canino, o cachorro babão e pelancudo aqui de casa, depois escorreguei na baba dele e por fim, quando meu pai abriu a porta da cozinha, eis que a vi. A terrível, horripilante e asquerosa barata. Ela era grande e marrom, claro que era como toda barata, mas, para mim ela era a maior. Sério, era ridícularmente desproporcional ao tamanho de qualquer barata já vista no mundo.
Olha... eu tenho dó de qualquer animal, até mesmo de formigas... porque eu fico com pena de vê-las agonizando antes de morrer. Mas baratas? NÃO! Elas são pequenos capetinhas com um corpo que faz um som estranho, o famoso "creck". São demônios com anteninhas nojentas, são um vômito ambulante!

Morram, baratas nojentas!!!



5 de dez de 2010

Noite da pizza - Parte 2 e conceito de diversão comum.

E ai, pessoal? Eu fiz o post ontem sobre a noite da pizza que eu e meus amigos iríamos fazer, né? É.. mas sinto muito em informar que eu não tirei fotos... eu levei a câmera mas nem tiramos foto alguma, uma pena. 
Bom, para começar... vou dizer: É um saco escolher pizza!
Sim, nós ficamos discutindo qual pizza nós pediríamos. Escolhemos dois sabores, a paulista (frango desfiado, catupiry e bacon) e a italiana, que eu não sei do que é porque eu não comi. Quando tem pizza com frango e bacon, nem preciso comer pizza de outro sabor. 
Bom, então... foi uma discussão tremenda para escolher o outro sabor sem ser a paulista. E sempre que eu perguntava qual tal pessoa queria, a criatura dizia: Tanto faz. Desculpa, mas tanto faz não tem!!!
Bom, quando conseguimos chegar num acordo, a Giovanna perdeu o dinheiro dela. Sim, é a lei de Murphy. Tudo o que pode dar errado com a gente, vai dar errado! Reviramos a casa da Giovanna do avesso, até que o gênio encontra o dinheiro na própria bermuda. Eu quase voei nela, rs.
Quando as pizzas chegaram, eu, Giovanna, Gabi, Gabriel, Lucas e Camila fomos comer. Foi uma pena a Lara, o Sylvio e a Andresa não puderem ter ido, uma pena mesmo. Só ficou faltando eles...
Bom, depois de comermos, ficamos lá conversando e decidindo qual filme assistiríamos.
Ah, mudando de assunto rapidinho, galera... QUEM FOI O IDIOTA MENTAL QUE INVENTOU O FILME JOGOS MORTAIS? Poque... esse cara não tinha nada na cabeça,desculpa.
Bom, então... é. Depois que comemos, tirando eu e a Gabi,  todos queriam assistir essa porcaria de filme. Poxa, eu tinha acabado de comer, eu ia devolver toda a pizza. Bom, no final resolvemos que iríamos para o parquinho. 
Calma, não temos 10 anos, esse blog não é escrito por uma menininha que assiste Xuxa.
Bem, fomos ao parquinho porque onde a Gi mora, é um condomínio fechado com uma mini "floresta" e bem nessa floresta tem um parquinho de areia. E lá estava fresco, e precisávamos de um lugar fresco... O dia estava mais quente que o inferno. As vezes penso que existem dois buracos na camada de ozônio. Um que prejudica o mundo e outro que prejudica só a cidade que eu moro. Porque NINGUÉM no mundo merece passar esse calor. Nem o maníaco do parque.
Bom... ficamos no parquinho até a uma da manhã, conversando, rindo, bebendo sprite e nos divertindo. Sim, porque.. na minha opinião fazer algo desse tipo com os amigos é bem mais legal do que ir em festas, ou ir para o posto ou para a avenida beber e ficar fazendo idiotices para chamar atenção. O conceito de diversão hoje em dia é esse, e eu e meus amigos nos divertimos muito mais em um parquinho, bebendo sprite do que se estivéssemos em uma boate, com gente bêbada e unica e exclusivamente tentando ficar com várias pessoas numa mesma noite. Acho que o conceito de diversão hoje em dia não é mais se divertir, é somente parecer "cool" aos olhos das outras pessoas. Por exemplo... eu fui em uma festa de uma menina da minha sala, e um garoto que também é da minha sala bebeu até vomitar, e quando eu estava indo embora ele estava sentado no chão pra fora do salão quase morrendo. Se não sabe beber, não beba. E se ele acha que estava arrasando estando daquele jeito... Sinto muito informar... Mas não passou nada mais nada menos que a imagem de alguém digno de pena.

3 de dez de 2010

Noite da pizza - Parte 1

Amanhã, eu e meus amigos... Gabriel, Giovanna, Lara (Caneta Estourada), Gabi e Sylvio vamos fazer a noite da pizza. Já faz um tempão que a gente tá planejando, mas nunca dá certo. Já estou até vendo, antes de ligarmos pra pizzaria vamos ficar mais ou menos meia hora escolhendo que pizzas vamos pedir, o Gabriel vai falar as coisas sem noção dele e se for eu que for ligar na pizzaria, eu não vou conseguir falar. 
É bom planejar coisas entre amigos, ainda mais quando envolve comida, hahaha. 
É, é mesmo muito bom planejar... Mas nem sempre dá certo. Ainda mais durante o ano que estivemos tão cheios de coisa pra fazer. Eu, a Gi e o Sylvio ainda temos que ir pra escola, afinal estamos de recuperação. Mas... é bom poder descansar um pouco, pelo menos até o dia 8. 


Cronologia Spears!

1981: Nasce a garota que mais tarde seria a princesa do pop. Britney Jean Spears nasceu na cidade de McComb no Mississipi, estado dos Estados Unidos. 
Sua primeira aparição na TV foi no programa Star Search em 1992 e um ano depois, 1993, Spears passou a fazer parte do Clube do Mickey, da Walt Disney. Britney participou do programa infantil de 1993 a 1994, quando os produtores resolveram encerrar a atração. Desde então, até 1998 Britney Spears levou uma vida normal. Até se tornar a pessoa mulher mais rica com menos de 30 anos, afinal, este post é em homenagem aos 29 aninhos da cantora.
1998 - 1999: Britney Spears começou seu sucesso com o single Baby One More Time, BOMT para os sábios. Começou com pequenos shows nos shoppings dos Estados Unidos, chamada de Mall Tour. Parte de seu reconhecimento inicial deve-se a Boy Band 'N Sync, o grupo de garotos, o qual incluía-se o namorado de Britney, Justin Timberlake, estava fazendo grande sucesso, o que impulsionou a carreira de Britney. Britney fez abertura para os shows do grupo até 12 de janeiro de 1999, quando seu CD Baby One More Time foi lançado e aclamado pelo mundo todo, vendendo 28 milhões de cópias (como eu virei gente muito depois disso, não tive como comprar, pois pararam de fabricar o BOMT, tenho todos os CDs menos este, que por sinal está na loja de CDs do shopping, mas estou de castigo, portanto, sem dinheiro, até segunda ordem, para comprar meu CD, estou feliz que quase ninguém aqui seja fã de Britney Spears, dessa forma, meu CD fica garantido). Do álbum Baby One More Time surgiram outros singles, como: Sometimes, Born To Make You Happy e (You drive me) Crazy.
2000: Em maio desse ano, Britney lançou seu CD "Oops! I did it again" (na minha opinião, um de seus melhores singles). Nessa mesma época, Britney inclui um cover da cantora Cher em seus shows com a música "The Beat Goes On". Foram 1,319 milhão de cópias apenas na primeira semana de lançamento, quebrando o recorde de álbum feminino mais vendido em semana de estréia, e estreando também em primeiro lugar de vendas como aconteceu com BOMT. Os produtores acreditavam que Britney não podia se distanciar da mídia, e então o disco foi gravado em apenas dois meses. Muito sucesso com pouco tempo de trabalho, até porque, Britney já havia conquistado fãs do mundo todo, meninas que viam nela, a garota que sempre quiseram ser no colégio, com as amigas... Linda, famosa e tudo o que não só as norte americanas mais queriam, mas também o que todas as meninas do mundo desejavam, e ainda desejam até hoje. Com a tour de Oops! I did it again, Britney veio ao Brasil para o festival Rock In Rio e apartir de 2001 passou a usar roupas mais sensuais e explícitas. Junto com o fenômeno de Oops!, vieram outros singles como Stronger, Don't Let Me Be The Last To Know e Lucky. 
Em 2001, Britney lançou mais um CD. CD chamado simplesmente, nada mais nada menos que Britney mesmo. Este vendeu 745 mil cópias vendidas na semana de lançamento, tornando-se a primeira cantora a estrear seus três álbuns de inéditas em primeiro lugar. O primeiro single, I'm Slave 4 U, chocou fãs e não fãs do mundo inteiro, Britney estava mais sensual, e abusava das roupas curtas, ou da falta delas. A menininha do Clube do Mickey não era mais inocente. Mas, acho que já estava na hora... O que todos esperavam? Que ela fosse a mesma adolescente bobinha que sempre foi? As pessoas amadurecem, pessoal. Crescem e amadurecem. Tal álbum conta com mais cinco singles: I'm not a girl, Not get a woman, Boys, I Love Rock N' Roll, Anticipating e Overprotected. Para divulgar esse álbum, Britney lançou-se na tour Dream Within a Dream Tour, que teve um show em Las Vegas, o que deu origem a um de seus DVDs mais conhecidos, Live From Las Vegas. Na capa do DVD, Britney aparece como "Elvis Presley", usando calças brancas apertadas, um "macacão" como o Rei usava, e na pose mais conhecida de Elvis. 
Em 2002 Britney terminou seu namoro com Justin Timberlake e esgotada pela carga dos shows, declarou férias de 6 meses, tempo em que gravou o disco In The Zone. Depois disso, em 2003, Britney se juntou com Christina Aguilera, com quem trabalhou quando criança no Clube do Mickey e com a Rainha do pop, Madonna, para comemorarem os 20 anos de VMA, tal performance chocou ainda mais o mundo, mais do que quando Britney lançou o single I'm Slave 4 U, Britney e Christina beijam Madonna na boca, e durante a apresentação é possível ver a cara de tristeza de Justin, bom, eles haviam terminado, não é? Então por que a carinha triste? Não terminasse com ela, idiota. Britney, depois do beijo, mostra a nova música, Me Against The Music, para Madonna e esta propõe que elas façam algo juntas, Britney convida Madonna para um dueto, que se transformou no clipe de Me Against. O álbum In The Zone tem 609 mil CDs vendidos na semana de lançamento, Britney quebra o próprio recorde de única artista feminina a ter quatro álbuns consecutivos estreando em primeiro lugar. Britney, mais madura e apostando mais na sensualidade, lança uma nova tour, The Onyx Hotel Tour, onde lança sua performance de Toxic, música que lhe proporcionou seu tão almejado Grammy. 
Britney casa com seu melhor amigo de infância em janeiro de 2004, enquanto estava bêbada em Las Vegas, a cerimônia é cancelada 55 horas depois. Britney vai para Rock In Rio Lisboa e tem sua apresentação criticada pelo uso de playback, artifício usado durante toda a carreira de Britney, nas partes do show em que Britney menos conseguia cantar. Na tour de In The Zone, houve um show em Miami, o qual foi considerado o melhor, porém, este não foi lançado em DVD. In The Zone teve 10 milhões de cópias vendidas no mundo. Entre 2005 e 2007 houveram os álbuns de compilação de Britney. A princesa do pop se distanciou do cenário musical por 3 anos, mas mesmo assim com 461 mil cópias apenas nos Estados Unidos no ano de 2006. Apesar de afastada do cenário da música, Britney vendeu muito mais do que comparada com outros artistas, sendo assim chamada de "namoradinha da América". Comparada com Jéssica Simpson que recebia, no mesmo ano, todas as atenções dos paparazzis e tablóides, Britney vendeu 1,5 milhão de cópias em 2006, enquanto Jéssica conquistou apenas 297 - 298 mil cópias. Depois de se separar de Kevin Federline, até então seu marido e pai de seus filhos, Britney lança o DVD  Britney & Kevin: Chaotic, onde mostra, gravações do dia-a-dia do casal, e o amor entre os dois.
 Confusa com a separação, Britney começa a se envolver em escândalos ainda maiores que seu beijo com Madonna e seu casamento de 55 horas. Britney  saiu diversas vezes à noite com Paris Hilton e Lindsay Lohan, onde foi apanhada duas vezes sem calcinha. Não vejo muito de estranho nisso tudo, vendo que muitas mulheres saem sem calcinha. O auge dos problemas foi quando raspou a cabeça e se internou em uma clínica de reabilitação em 2007. Mas... todo mundo só sabe ver isso, que ela foi pra reabilitação, é como se ela nunca tivesse saído né? Ela não ficou lá dentro presa, gente! Ela saiu por ter se recuperado, afinal, é para isso que servem as clínicas de reabilitação. No final de 2007, Britney volta e se apresenta no VMA e posteriormente sendo chamada de "porca gorda" por estar acima do peso e ainda com os efeitos dos remédios usados na clínica. Ainda estava com o aplique mal feito. Porém, Britney lança um single que não mais choca o mundo todo, afinal, todos já estavam acostumados com o jeito "Britney" de ser. A música Gimme More, do álbum de retorno Black Out, de Britney foi apresentada após Britney recusar a música 'Umbrella" que foi escrita para ela. Britney recusou a música afirmando não ser seu estilo. O álbum Black Out recebeu muitas criticas entre elas: Um crítico chamou-o de "Um triunfo" e a BBC decretou: "É uma obra-prima". O site britânico PopJustice, especializado em cultura pop, disse que o quinto álbum da Britney "É realmente brilhante".
Com a volta triunfante da princesa do pop, Britney lançou, após 2007, o CD Circus. Primeiramente com o single Womanizer. A crítica elogiou a nova música dizendo ser madura e consistente. Em busca de levar o novo single da Britney, "Womanizer", ao topo das paradas logo na sua primeira semana, nós, os fãs do mundo inteiro nos mobilizamos para fazer o download day no dia 7 de outubro de 2008, o dia exato que o single foi disponibilizado no iTunes. A música alcançou o sucesso imediato quebrando vários recordes na Billboard Hot 100, entre eles, o maior salto para a primeira posição (da 96ª posição para o 1º lugar) e a maior estreia de vendas de uma artista feminina (+286 - 287 mil). No Brasil, a música ficou em 1º no Hot 100 Singles por quatro semanas seguidas. 
Britney, em 2010, arrumou um namorado novo, Jason Trawick que ajudou a colocar a loirinha nos trilhos. Britney lançou o CD The Singles Collection com a nova música Three que fez sucesso no mundo todo. A música fala sobre o grupo PP & M (Peter, Paul and Mary) fazendo sexo a três. Em poucas horas, a música virou febre no mundo inteiro. No final desse ano, em novembro mais precisamente falando, Britney Spears começou a gravação de um novo disco que está programado para o ano que vem. Não se sabe ainda o nome do disco, porém, Britney afirmou em seu Twitter "O meu novo álbum está quase terminado e vai ser editado em março. Estou APAIXONADA por ele"Até onde eu sei, haverá a participação do vangloriado David Guetta. Um dos outros produtores do álbum, também comentou que o próximo álbum de Britney "não é o seu quotidiano som pop love bug. Seus ritmos são otimistas e sons com significado emocional, letras que as pessoas podem sentir. Algo que realmente o move ".
Bom, esse é o fim do post, espero que tenham gostado, essa é a minha forma de amar a minha querida Britney,  sei que ela não me conhece, e nem espero que isso algum dia aconteça, mas eu gosto dela, das músicas, dança e do jeito dela. O que me gratifíca é saber que fui eu, junto com outros milhares de fãs, que colocaram ela no posto onde ela está hoje. A princesa do pop.
PS: Ah, sim!!! Britney está noiva novamente, pessoal! Ela vai se casar no final do ano que vem, ao que tudo indica.


1 de dez de 2010

Socialização secundária.



Eu aprendi sobre isso nas aulas de sociologia desse ano... 
Sabem, todos nós passamos pela socialização primária, que é quando nascemos e passamos a conviver com nossos pais e o resto de nossos familiares. Aprendemos com eles o que é certo ou errado, e aprendemos a ver o mundo do jeito que lhes é visto. Passamos a ter uma visão da vida, que nos foi ensinada por eles e até um certo ponto tudo parece fácil. Até entrarmos na escola. 
Bom, não exatamente quando somos crianças, porque quando ainda somos pequenos nosso senso crítico não é aflorado e ainda somos do jeitinho que nossos pais nos criaram, não temos muitos problemas quando somos crianças e portanto, toda a bagunça vem quando viramos adolescentes. Sim, tudo vira do avesso quando entramos na pré-adolescência, que é quando começamos a conviver realmente com pessoas diferentes de nós, que pensam diferente de nós, que tem uma visão de mundo (ainda não formada completamente) diferente, gostam de coisas que nós não gostamos, ouvem músicas que não ouvimos... Mas também tem aquelas pessoas que são incrivelmente parecidas com a gente, e com o passar do tempo, são essas pessoas que chamamos de amigos. 
Mas nem tudo é um mar de rosas, só porque nossos amigos são parecidos conosco, não quer dizer que eles sejam a gente. Eles pensam de um jeito diferente, e veem o mundo de um jeito diferente também, possuem sentimentos diferentes, que antes nós não conhecíamos, e por convivermos sempre com essas pessoas as vezes entramos em conflito. 
Brigamos, discutimos, ficamos sem  nos falar. E tudo isso por que? Porque o que é certo para um não é o certo para o outro, o que faz parte da vida e do jeito de ser de um, não faz parte do outro e assim são geradas as desavenças. 
Nestes últimos dias eu fiz um post que não agradou a uma amiga, nós brigamos por isso mas acho que ela entendeu que só fiz aquilo porque eu não tinha coragem de falar com ela. Por medo. Nossa socialização primária foi diferente e por isso somos pessoas diferentes, o que não nos impede de sermos amigas, mas... mesmo assim, somos diferentes e entramos em conflito nesses últimos dias. Só quero que você saiba, amiga, que não fiz por mal, você sabe que eu tento ajudar. Nem sempre é o certo mas nem tudo o que fazemos na vida, por mais que as intenções sejam boas, são as coisas certas. Então me desculpe, e queria que soubesse que dessa vez, tive mais um aprendizado adquirido, que provavelmente levarei para a minha vida toda.