3 de dez de 2010

Cronologia Spears!

1981: Nasce a garota que mais tarde seria a princesa do pop. Britney Jean Spears nasceu na cidade de McComb no Mississipi, estado dos Estados Unidos. 
Sua primeira aparição na TV foi no programa Star Search em 1992 e um ano depois, 1993, Spears passou a fazer parte do Clube do Mickey, da Walt Disney. Britney participou do programa infantil de 1993 a 1994, quando os produtores resolveram encerrar a atração. Desde então, até 1998 Britney Spears levou uma vida normal. Até se tornar a pessoa mulher mais rica com menos de 30 anos, afinal, este post é em homenagem aos 29 aninhos da cantora.
1998 - 1999: Britney Spears começou seu sucesso com o single Baby One More Time, BOMT para os sábios. Começou com pequenos shows nos shoppings dos Estados Unidos, chamada de Mall Tour. Parte de seu reconhecimento inicial deve-se a Boy Band 'N Sync, o grupo de garotos, o qual incluía-se o namorado de Britney, Justin Timberlake, estava fazendo grande sucesso, o que impulsionou a carreira de Britney. Britney fez abertura para os shows do grupo até 12 de janeiro de 1999, quando seu CD Baby One More Time foi lançado e aclamado pelo mundo todo, vendendo 28 milhões de cópias (como eu virei gente muito depois disso, não tive como comprar, pois pararam de fabricar o BOMT, tenho todos os CDs menos este, que por sinal está na loja de CDs do shopping, mas estou de castigo, portanto, sem dinheiro, até segunda ordem, para comprar meu CD, estou feliz que quase ninguém aqui seja fã de Britney Spears, dessa forma, meu CD fica garantido). Do álbum Baby One More Time surgiram outros singles, como: Sometimes, Born To Make You Happy e (You drive me) Crazy.
2000: Em maio desse ano, Britney lançou seu CD "Oops! I did it again" (na minha opinião, um de seus melhores singles). Nessa mesma época, Britney inclui um cover da cantora Cher em seus shows com a música "The Beat Goes On". Foram 1,319 milhão de cópias apenas na primeira semana de lançamento, quebrando o recorde de álbum feminino mais vendido em semana de estréia, e estreando também em primeiro lugar de vendas como aconteceu com BOMT. Os produtores acreditavam que Britney não podia se distanciar da mídia, e então o disco foi gravado em apenas dois meses. Muito sucesso com pouco tempo de trabalho, até porque, Britney já havia conquistado fãs do mundo todo, meninas que viam nela, a garota que sempre quiseram ser no colégio, com as amigas... Linda, famosa e tudo o que não só as norte americanas mais queriam, mas também o que todas as meninas do mundo desejavam, e ainda desejam até hoje. Com a tour de Oops! I did it again, Britney veio ao Brasil para o festival Rock In Rio e apartir de 2001 passou a usar roupas mais sensuais e explícitas. Junto com o fenômeno de Oops!, vieram outros singles como Stronger, Don't Let Me Be The Last To Know e Lucky. 
Em 2001, Britney lançou mais um CD. CD chamado simplesmente, nada mais nada menos que Britney mesmo. Este vendeu 745 mil cópias vendidas na semana de lançamento, tornando-se a primeira cantora a estrear seus três álbuns de inéditas em primeiro lugar. O primeiro single, I'm Slave 4 U, chocou fãs e não fãs do mundo inteiro, Britney estava mais sensual, e abusava das roupas curtas, ou da falta delas. A menininha do Clube do Mickey não era mais inocente. Mas, acho que já estava na hora... O que todos esperavam? Que ela fosse a mesma adolescente bobinha que sempre foi? As pessoas amadurecem, pessoal. Crescem e amadurecem. Tal álbum conta com mais cinco singles: I'm not a girl, Not get a woman, Boys, I Love Rock N' Roll, Anticipating e Overprotected. Para divulgar esse álbum, Britney lançou-se na tour Dream Within a Dream Tour, que teve um show em Las Vegas, o que deu origem a um de seus DVDs mais conhecidos, Live From Las Vegas. Na capa do DVD, Britney aparece como "Elvis Presley", usando calças brancas apertadas, um "macacão" como o Rei usava, e na pose mais conhecida de Elvis. 
Em 2002 Britney terminou seu namoro com Justin Timberlake e esgotada pela carga dos shows, declarou férias de 6 meses, tempo em que gravou o disco In The Zone. Depois disso, em 2003, Britney se juntou com Christina Aguilera, com quem trabalhou quando criança no Clube do Mickey e com a Rainha do pop, Madonna, para comemorarem os 20 anos de VMA, tal performance chocou ainda mais o mundo, mais do que quando Britney lançou o single I'm Slave 4 U, Britney e Christina beijam Madonna na boca, e durante a apresentação é possível ver a cara de tristeza de Justin, bom, eles haviam terminado, não é? Então por que a carinha triste? Não terminasse com ela, idiota. Britney, depois do beijo, mostra a nova música, Me Against The Music, para Madonna e esta propõe que elas façam algo juntas, Britney convida Madonna para um dueto, que se transformou no clipe de Me Against. O álbum In The Zone tem 609 mil CDs vendidos na semana de lançamento, Britney quebra o próprio recorde de única artista feminina a ter quatro álbuns consecutivos estreando em primeiro lugar. Britney, mais madura e apostando mais na sensualidade, lança uma nova tour, The Onyx Hotel Tour, onde lança sua performance de Toxic, música que lhe proporcionou seu tão almejado Grammy. 
Britney casa com seu melhor amigo de infância em janeiro de 2004, enquanto estava bêbada em Las Vegas, a cerimônia é cancelada 55 horas depois. Britney vai para Rock In Rio Lisboa e tem sua apresentação criticada pelo uso de playback, artifício usado durante toda a carreira de Britney, nas partes do show em que Britney menos conseguia cantar. Na tour de In The Zone, houve um show em Miami, o qual foi considerado o melhor, porém, este não foi lançado em DVD. In The Zone teve 10 milhões de cópias vendidas no mundo. Entre 2005 e 2007 houveram os álbuns de compilação de Britney. A princesa do pop se distanciou do cenário musical por 3 anos, mas mesmo assim com 461 mil cópias apenas nos Estados Unidos no ano de 2006. Apesar de afastada do cenário da música, Britney vendeu muito mais do que comparada com outros artistas, sendo assim chamada de "namoradinha da América". Comparada com Jéssica Simpson que recebia, no mesmo ano, todas as atenções dos paparazzis e tablóides, Britney vendeu 1,5 milhão de cópias em 2006, enquanto Jéssica conquistou apenas 297 - 298 mil cópias. Depois de se separar de Kevin Federline, até então seu marido e pai de seus filhos, Britney lança o DVD  Britney & Kevin: Chaotic, onde mostra, gravações do dia-a-dia do casal, e o amor entre os dois.
 Confusa com a separação, Britney começa a se envolver em escândalos ainda maiores que seu beijo com Madonna e seu casamento de 55 horas. Britney  saiu diversas vezes à noite com Paris Hilton e Lindsay Lohan, onde foi apanhada duas vezes sem calcinha. Não vejo muito de estranho nisso tudo, vendo que muitas mulheres saem sem calcinha. O auge dos problemas foi quando raspou a cabeça e se internou em uma clínica de reabilitação em 2007. Mas... todo mundo só sabe ver isso, que ela foi pra reabilitação, é como se ela nunca tivesse saído né? Ela não ficou lá dentro presa, gente! Ela saiu por ter se recuperado, afinal, é para isso que servem as clínicas de reabilitação. No final de 2007, Britney volta e se apresenta no VMA e posteriormente sendo chamada de "porca gorda" por estar acima do peso e ainda com os efeitos dos remédios usados na clínica. Ainda estava com o aplique mal feito. Porém, Britney lança um single que não mais choca o mundo todo, afinal, todos já estavam acostumados com o jeito "Britney" de ser. A música Gimme More, do álbum de retorno Black Out, de Britney foi apresentada após Britney recusar a música 'Umbrella" que foi escrita para ela. Britney recusou a música afirmando não ser seu estilo. O álbum Black Out recebeu muitas criticas entre elas: Um crítico chamou-o de "Um triunfo" e a BBC decretou: "É uma obra-prima". O site britânico PopJustice, especializado em cultura pop, disse que o quinto álbum da Britney "É realmente brilhante".
Com a volta triunfante da princesa do pop, Britney lançou, após 2007, o CD Circus. Primeiramente com o single Womanizer. A crítica elogiou a nova música dizendo ser madura e consistente. Em busca de levar o novo single da Britney, "Womanizer", ao topo das paradas logo na sua primeira semana, nós, os fãs do mundo inteiro nos mobilizamos para fazer o download day no dia 7 de outubro de 2008, o dia exato que o single foi disponibilizado no iTunes. A música alcançou o sucesso imediato quebrando vários recordes na Billboard Hot 100, entre eles, o maior salto para a primeira posição (da 96ª posição para o 1º lugar) e a maior estreia de vendas de uma artista feminina (+286 - 287 mil). No Brasil, a música ficou em 1º no Hot 100 Singles por quatro semanas seguidas. 
Britney, em 2010, arrumou um namorado novo, Jason Trawick que ajudou a colocar a loirinha nos trilhos. Britney lançou o CD The Singles Collection com a nova música Three que fez sucesso no mundo todo. A música fala sobre o grupo PP & M (Peter, Paul and Mary) fazendo sexo a três. Em poucas horas, a música virou febre no mundo inteiro. No final desse ano, em novembro mais precisamente falando, Britney Spears começou a gravação de um novo disco que está programado para o ano que vem. Não se sabe ainda o nome do disco, porém, Britney afirmou em seu Twitter "O meu novo álbum está quase terminado e vai ser editado em março. Estou APAIXONADA por ele"Até onde eu sei, haverá a participação do vangloriado David Guetta. Um dos outros produtores do álbum, também comentou que o próximo álbum de Britney "não é o seu quotidiano som pop love bug. Seus ritmos são otimistas e sons com significado emocional, letras que as pessoas podem sentir. Algo que realmente o move ".
Bom, esse é o fim do post, espero que tenham gostado, essa é a minha forma de amar a minha querida Britney,  sei que ela não me conhece, e nem espero que isso algum dia aconteça, mas eu gosto dela, das músicas, dança e do jeito dela. O que me gratifíca é saber que fui eu, junto com outros milhares de fãs, que colocaram ela no posto onde ela está hoje. A princesa do pop.
PS: Ah, sim!!! Britney está noiva novamente, pessoal! Ela vai se casar no final do ano que vem, ao que tudo indica.


Nenhum comentário:

Postar um comentário